Posts

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011


Este ano de 2010 foi um ano que teve vários acontecimento especiais, um deles foi meu casamento em Julho. E o mais legal  foi que eu já estava casada no civil a dezesseis anos e só agora resolvemos nos casar no religioso. E por mais que digam que é piegas ou fora de moda, só sei que, ser o que realmente somos é não se incomodar com o que dizem, mas em viver intensamente cada dia e cada oportunidade de ser feliz.
As vezes deixamos de fazer o que realmente queremos ou sonhamos porque pessoas ditam regras que nos assombram e nos fazem sermos todos iguais. Já pensou se o mundo todo fosse de pessoas iguais? E todos usassem o mesmo modelo e a mesma cor de roupa e um só corte de cabelo?
Só sei que eu me permiti ser totalmente desligada da opinião alheia e não me importei com olhares atravessados, caso tivessem claro, e tive quatro damas de honra adultas, todas minhas irmãs,três mais velhas e uma mais nova. Ah! Já ia me esquecendo que tenho duas filhas, uma de dezesseis anos que foi minha florista e uma de quatro que ia entrar com as alianças,caso ela não tivesse saido correndo. 

Hoje olhando estas fotos  é como se voltasse no tempo e recordassem quando nos conhecemos a quase dezoito anos atrás. Eramos dois adolescentes imaturos e apaixonados que curtia o Guns N'rose. 
Mas esta historia eu posto um outro dia!!!

Sejam bem vindos nesta viagem que vai desde ao passado até o presente e futuro da minha vida. Que vai falar muito sobre ser mãe e esposa apaixonada.

2 comentários:

BERTHA disse...

Você está se superando a cada texto que escreve, muito boa sua colocação no texto de muito bom gosto e bem escrito adorei.parabéns conte comigo hoje e sempre.adoro.

Bel disse...

Te adoro também!!!

Postar um comentário